quinta-feira, 30 de agosto de 2012

SÉRIE DE VÍDEOS : AME SEU JARDIM





Esta série de vídeos do youtube é bastante interessante para os que amam jardins e jardinagem. Nela se pode encontrar muitas sugestões para quem deseja criar ou reformular seu jardim no estilo inglês.

Aprecie com prazer.












Acho que foi uma dose exagerada de  jardins e flores mas, pelo menos, vamos ficar saciados por algum tempo não é. Eu, de minha parte, nunca enjoei a beleza!

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Jardins de Alhambra na Espanha

http://www.loucoporviagens.com.br/wp-content/uploads/2011/11/Alhambra-Grenada.jpg

Jardins da Alhambra
Fonte da imagem: cursos-espanhol-granada-espanha.delengua.es/2011/03/
Ranúnculus asiaticus
http://ofazedordeauroras.blogspot.com.br/2011/12/o-faxineiro-da-casa.html
Ranúnculus asiáticus parecem rosas mas não o são do jardim de Alhambra


Romã - Fruta na árvore (Pé de Romã)
http://rsiqueira.postbit.com/photos/granada-espanha/fruta-na-arvore-pe-de-roma.html
O nome Granada (cidade da Espanha) vem da fruta romã. A fruta romã (pomegranate em inglês e granatum em latim) tem nome científico Punica granatum. Esta foto da árvore da romã com os frutos foi tirada nos jardins do palácio de Alhambra, em Granada (região da Andaluzia), Espanha.
Adicionar legenda
Alhambra
Fonte da imagem: cursos-espanhol-granada-espanha.delengua.es/2011/03/

A Alhambra (em Árabe الحمراء, com o significado de "a Vermelha") localiza-se na cidade e município de Granada, na província de Granada, comunidade autônoma da Andaluzia, na Espanha, em posição dominante no alto duma elevação arborizada a sudeste da cidade.

Trata-se dum rico complexo palaciano e fortaleza (alcazar ou al-Ksar) que alojava o monarca da Dinastia Nasrida e a corte do Reino de Granada. O seu verdadeiro atractivo, como noutras obras muçulmanas da época, são os interiores, cuja decoração está no cume da arte islâmica.

 Esta importante atracção turística espanhola exibe os mais famosos elementos da arquitectura islâmica no país, juntamente com estruturas cristãs do século XVI e intervenções posteriores em edifícios e jardins que marcam a sua imagem tal como pode ser vista na atualidade.

No interior do recinto da Alhambra fica o Palácio de Carlos V, um palácio erguido pelo Imperador Carlos V do Sacro Império Romano Germânico em 1527.

Ainda na Europa, não deixe de visitar o complexo de palácios da Alhambra, na cidade de Granada, na Espanha. Com seus arabescos, mosaicos de pedras e azulejos pintados, seus jardins são provas claras de que a cultura árabe ainda é forte por lá. Os palácios foram construídos entre os séculos XIII e XIV, mas tudo ainda parece muito moderno.
.
Os jardins de rosas, pinheiros e buxinhos, são cortados por um canal de oito quilômetros de extensão, que abastece inúmeros tanques, cascatas e fontes. A presença da água no local é muito forte.

O jardim espanhol é um tipo de jardim que se desenvolveu na Espanha, na era Al-Andalus, incorporando princípios e elementos do paisagismo dos jardins islâmicos.

Por causa do clima do país, este jardim é caracterizado por largas fontes e pelas acéquias, que trazem frescor e umidade reconfortante, rodeadas pelo aroma de flores e árvores. Todo o jardim se articula ao redor da água, elemento primordial. Além disso, através das loggias e de caminhos porticados, marcados pelo uso decorativo da cerâmica, pode-se obter sombra.

Exemplos típicos deste estilo de jardim são os do Real Alcázar e do Parque de Maria Luísa, ambos em Sevilha, e os jardins de Alhambra, em Granada.

Fonte: Wikipédia

JARDIM/ARBORETUM WESTONBIRT

Festival Internacional de Jardines Westonbirt, David Meyer
Proyecto: Festival Internacional de Jardines Westonbirt, David Meyerhttp://blog.darioalvarez.net/2009/01/10/paisajismo-internacional-david-meyer/
http://www.dottiek.com/2010_10_01_archive.html
Westonbirt Arboretum
http://news.bbc.co.uk/2/hi/7073411.stm
Westonbirt Arboretum in England. Picture by Alison Lee.

PLANTAS QUE DÃO MEDO



quarta-feira, 22 de agosto de 2012

A MARANTA E SEUS MISTÉRIOS

http://terradeflores.blogspot.com.br/2010/03/transplantacao-maranta.html
Fonte da imagem: http://www.claudiacasella.blog.br/?p=115

A natureza usa todos os mecanismos possíveis para preservar suas criaturas. Um dos fenômenos mais curiosos ocorre com a maranta, planta brasileira descoberta em 1875 e dedicada ao botânico Bartolomeo Maranti,  botânico veneziano do século XVI, 

Esta planta possui um sistema de células que se deslocam no ponto de junção do pecíolo e da folha, para orientar a lâmina foliar de modo a receber o máximo de luz. Assim, durante o dia as folhas da maranta ficam dispostas horizontalmente, ao contrário do período da noite, quando elas se levantam e se fecham.


Algo parecido ocorre como o girassol cujas inflorescências estão sempre voltadas para a luz solar.

Vejam só, isso não deveria ser causa de espanto ou admiração... Durante sua evolução cada ser vivo procura a melhor forma de tirar o máximo que podem para estar sempre melhorando seu modo de desempenhar suas funções, com vistas à sua preservação e evolução.

É um gênero que apresenta aproximadamente 30 espécies herbáceas e perenes distribuidas por todos os habitats úmidos das regiões tropicais.

São plantas que podem alcançar até 50 cm de altura, de folhagem vistosa, com folhas grandes, oblongas, variegadas, manchadas segundo a espécie e variedade em tons verdes, vermelhos ou creme, de textura aterciopelada e brilhante, com nervuras muito evidenciadas. Possuem raizes tuberosas.
Tem fase foliares de cor diferente, peciolo longo, flores assimétricas aos pares (reflexo espelho), dísticas. O fruto apresenta sementes com arilo.

Classificação:
Reino:Plantae
Divisão:Magnoliophyta
Classe:Liliopsida
Ordem:Zingiberales
Família:Marantaceae
Género:Maranta

araruta (Maranta arundinacea), espécie do gênero Maranta, é uma erva cuja raiz tem fécula branca que é alimentícia. Também é conhecida como agutiguepeararuta-caixultaararuta-comumararuta-especialararuta-giganteararuta-palmeiraararuta-raiz-redondaararuta-ramosaembiri e agutingue-pé.

Segundo a sabedoria popular, a araruta tem vários usos medicinais, mas é na culinária que o uso desta planta se destaca, recomendada para pessoas com restrições alimentares ao glúten (doença celíaca). Considerada como um alimento de fácil digestão, a fécula da araruta é usada no preparo de mingaus, bolos e biscoitos. 

Por esta característica, é indicada para idosos, crianças pequenas e pessoas com debilidade física ou doentes em recuperação. Também pode se produzir papel com a araruta.

Encontra-se em processo de extinção devido ao fato de a indústria alimentícia ter substituído o polvilho de araruta pelo de mandioca ou pela farinha de trigo ou milho, prejudicando, assim, o cultivo daquela planta. 

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária e Agrobiologia tem feito um trabalho de resgate da araruta em sua Fazendinha Agroecológica Km 47, onde as variedades são cultivadas organicamente.


Maranta arundinacea
Maranta arundinacea

Gostaram da Maranta? Esta plantinha além de bela e decorativa é

muito útil também.

Fonte: wikipédia

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

A FLOR NACIONAL: FLOR DO IPÊ AMARELO

.
http://rodrigoesibele.blogspot.com.br/2012/09/dia-da-arvore.html


http://mudasorlandi.blogspot.com.br/2011/08/ipe-amarelo.html
http://rodrigoesibele.blogspot.com.br/2012/09/dia-da-arvore.html
foto ipe amarelo 300x199 foto ipe amarelo




http://rodrigoesibele.blogspot.com.br/2012/09/dia-da-arvore.html

http://www.compremudas.com.br/loja/product_info.php?products_id=94&osCsid=88cr1cecm873i9jfn4bn6g7e23



Quando eu era uma criança ainda, morava defronte de um jardim municipal cuja entrada era marcada por dois enormes ipês-amarelos. Eu muito admirava o fato de ficar todo florido sem nenhuma folha, só flores, e o chão ficava um verdadeiro tapete amarelo. Eu costumava apertar a flor entre os dedos e escutar o estalo que a flor fazia.
Estas duas árvores fazem parte de minhas lembranças da infância.
Agora moro na cidade de João Pessoa e no Parque Solon de Lucena (onde fica a famosa Lagoa) existem muitos Ipês amarelos que todos os anos se vestem de dourado para a alegria dos pessoenses.

*****************

Alguns dados sobre esta árvore...


Contrariando a natureza, as flores do ipê desabrocham em dias secos e cinzentos de inverno. E é assim, antes mesmo do surgimento da nova folhagem, que elas anunciam a proximidade da Primavera.
Encontrado em todas as regiões do Brasil, o ipê sempre chamou a atenção de poetas, escritores e até de políticos. Em 1961, o então presidente Jânio Quadros declarou o pau-brasil a Árvore Nacional e o ipê-amarelo, da espécieTabebuia vellosoi, a Flor Nacional.
Conhecidos por sua beleza e pela resistência e durabilidade de sua madeira, os ipês foram muito usados na construção de telhados de igrejas dos séculos XVII e XVIII. Se não fosse por eles, muitas teriam se perdido com o tempo. Até hoje a madeira do ipê é muito valorizada, sendo bastante utilizada na construção civil e naval.

domingo, 12 de agosto de 2012

Mercados de flores são também verdadeiros jardins

Brisbane Mercado das Flores









O Mercado das Flores Brisbane está localizado no site Mercados em Brisbane Road em Sherwood Rocklea. Os Mercados têm três atacadistas de flores vendendo uma gama completa de flores sazonais mais produtos e serviços auxiliares.
Atacadistas do Mercado Brisbane de Flores estão abertos para floristas e público em geral,  6 dias por semana .
Brisbane Mercado das Flores  atacadistas fornecem diretamente de produtores tanto local quanto internacionais onde se pode encontrar a maior variedade de flores recém-colhidas e  sazonais.


Todas as fotos estão a crédito do site: http://www.brisbanemarkets.com.au/brisbane-flower-market/