quinta-feira, 21 de maio de 2015

PARQUES NACIONAIS DO JAPÃO

Parques Nacionais de Hokkaido

Shikotsu-Toya Kokuritsu Koen

* Designação: 1949/05/16 Área: 99.302 ha
* Localizado na Província de Hokkaido
Este parque oferece uma variedade de atividades ao ar livre, tais como caminhadas, nascentes de água quente e alguns dos melhores resorts de esqui do país. É cercado por lagos, caldeiras vulcânicas e vulcões ativos como Monte Yotei, Mt. Usu, Mt. Showa-shinzan e o Mt.Tarumae. Sua proximidade com Sapporo faz com que se torne um popular ponto turístico em Hokkaido.

Shiretoko Kokuritsu Koen

* Designação: 1964/06/01 Área: 38.633 ha
* Localizado na Província de Hokkaido
O Parque Nacional Shiretoko é um dos mais belos parques nacionais, além de estar incluído na lista da Unesco como Patrimônio Mundial. Esta península de vegetação intocada, é o lar de ursos marrons que podem ser vistos dos barcos de turismo durante os meses mais quentes. No inverno é um dos poucos lugares no Japão, onde o mar fica coberto por placas de gelo.

Daisetsuzan Kokuritsu Koen

* Designação: 1934/12/04 Área: 226.764 ha.
* Localizado na Província de Hokkaido
Este é o maior de todos os parques nacionais no Japão. As principais características deste parque são os vulcões como o Monte Tokachi e Monte Asahi, que é a montanha mais alta de Hokkaido. O parque também oferece vistas esplêndidas do Monte Ishikari, com muitas espécies de plantas alpinas e animais como ursos marrons, veados, entre outros.

Parques Nacionais de Honshu

Chuubu-Sangaku Kokuritsu Koen

* Designação: 1934/12/04 Área: 1,743.23 mt²
* Abrange as províncias de Nagano, Gifu, Toyama e Niigata
O Parque Nacional Sangaku Chubu é cercado por uma cadeia de montanhas e por belas paisagens naturais e vistas alpinas. Os locais mais visitados no parque são o Kamikochi, em Nagano, o Tateyama Kurobe Alpine Route, em Toyama, além de várias cidades de águas termais e estâncias de esqui.

Hakusan Kokuritsu Koen

* Designação: 1962/11/12 Área: 47.700 ha
* Abrange as províncias de Fukui, Gifu, Ishikawa e Toyama
O Parque Nacional Hakusan é famoso por causa do Monte Hakusan, que é considerada como uma das três montanhas sagradas do Japão, juntamente com o Monte Fuji e Mt. Tateyama. Também é rica em flora e fauna, sendo um habitat para muitos ursos pretos e antílopes.

Minami Alps Kokuritsu Koen

* Designação: 1964/06/01 Área: 35.752 ha
* Abrange as províncias de Yamanashi, Nagano e Shizuoka
O Parque Nacional dos Alpes Minami é cercado por montanhas com mais de 3.000 m, incluindo o Mt. Kitadake (3,192m), o segundo pico mais alto do Japão. Tem ainda os Mt.Komagatake, Mt. Senjogatake e Mt. Akaishidake, sendo portanto um parque muito procurado por quem gosta de fazer montanhismo. Neste parque passa muitos rios como o Fuji, Oi e Tenryu, além de uma paisagem belíssima, cercada por uma vegetação nativa.

 


Fonte: www.japaoemfoco.com

ORQUÍDEAS DE MADAGASCAR



ORCH 03

ORCH 01

ORCH 08

ORCH 13

ORCH 16

Estes exemplares pertencem à coleção de orquídeas da Boutique de Orquídeas de Marcel Lecoufle em Paris.

Fonte:http://mirabile-visu.skynetblogs.be/tag/orchidees

JARDIM BOTÂNICO DE SALVADOR BAHIA

Entrada do Jardim Botânico

Jardim Botânico de Salvador


Jardim Botânico de Salvador é um jardim botânico localizado em Salvador, capital do estado da Bahia. Foi criado em 22 de março de 2002, conforme decreto nº 13.546, referendado pela lei 6.291 de 2003, ocupando 17 hectares de domínio público.
 Foi fruto da transformação do Horto da Mata dos Oitis em jardim botânico, com preocupações sobre o oiti-da-bahia, o jacarandá-da-bahia, espécies ligadas ao candomblé e outras endêmicas ao bioma da Mata Atlântica.  
Nele, são realizados pesquisas acadêmicas, conservação e preservação das plantas, atividades voltadas para a educação ambiental, além de incentivar a utilização sustentável da flora como forma de preservação ambiental. O espaço abriga mais de 60 mil plantas provenientes de vários biótipos, como Mata AtlânticaAmazôniaCerradoCaatingaRestinga e Manguezal.
 O Jardim Botânico de Salvador foi criado em 22 de março do ano de 2002, conforme Decreto no 13.546, referendado pela Lei 6.291/2003, ocupando uma área de domínio público, com 17 hectares, anteriormente, denominada de Mata dos Oitis, devido à ocorrência do Oiti da Bahia [Licania salzmanii (Hook f.) Fritsch]. 

É vinculado à Prefeitura Municipal do Salvador, sob a interveniência da Superintendência de Parques e Jardins (SPJ), apresentando a missão de estudar e preservar a flora baiana sob os aspectos botânicos, históricos e culturais, propiciando meios para realização e divulgação de pesquisas tecno – científicas e sua aplicabilidade. 

Tem como objetivos (a) conduzir pesquisas genéticas visando a conservação e a preservação de espécies nativas; (b) resgatar informações etnobotânicas com ênfase em espécies vegetais utilizadas nos rituais afro-brasileiros; (c) promover o conhecimento dos recursos florísticos da região; (d) conhecer o desenvolvimento das espécies vegetais em seu habitat natural; (e) proteger espécies ameaçadas de extinção para a manutenção de ecossistemas; (f) promover intercâmbio tecno-científico com órgãos nacionais e internacionais; (g) manter banco de germoplasma; e (h) desenvolver programas na área de educação ambiental. 

Acha-se situado em Salvador, capital do Estado da Bahia, no bairro Pau da Lima, delimitado ao Norte pela Rua São Marcos, ao Sul pela Avenida Gal Costa e a Leste e Oeste por dois afluentes do Rio Pituaçu, cujas nascentes estão localizadas no sítio do Jardim. Cabe ressaltar, o convênio celebrado entre a Prefeitura Municipal do Salvador e a Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que contempla a transferência para o Jardim, do acervo do Herbário RADAMBRASIL, criado em 1980, e que abriga, atualmente, cerca de 50.000 exsicatas oriundas da Amazônia, Mata Atlântica, Cerrado, Caatinga e Ambientes Costeiros. 

Nos registros deste Herbário, considerado um dos sete mais importantes do Brasil, encontram-se 20 famílias, representadas por 24 espécies coletadas na área do Jardim Botânico, no período de 1976 a 1986. 

Pessoal: O Jardim Botânico possui uma equipe especializada e treinada de 06 técnicos de nível superior, entre eles.

Instalações: administração e áreas de produção e de apoio funcional. Em construção uma edificação de 740m2 , com instalações para abrigar o herbário e salas para pesquisadores. Engenheiros Agrônomos, Botânicos, um Arquiteto e uma Bióloga que atua na área de educação ambiental. Conta, ainda, com 15 funcionários que atendem aos serviços de jardinagem e manutenção, 06 vigilantes, além de um serviço de vigilância terceirizada.

FONTES:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Jardim_Bot%C3%A2nico_de_Salvador
http://rbjb.org.br/sites/default/files/users/u82/imce/salvador.pdf
http://www.jb.salvador.ba.gov.br/index.asp?pg=jb

IMAGENS:
https://salaverdeufba.wordpress.com/2014/06/28/jardimbotanicosalvador/
http://www.tribunadabahia.com.br/2014/08/20/secretaria-prepara-projeto-de-reforma-para-jardim-botanico-de-salvador
http://arq-contemporanea-ajl.blogspot.com.br/2011_06_01_archive.html



VÍDEO DO JARDIM  BOTÂNICO DE SALVADOR




segunda-feira, 11 de maio de 2015

VAMOS HOMENAGEAR AS ROSAS?

ENTÃO VAMOS OUVIR O MESTRE ROBSON MIGUEL INTERPRETANDO ABISMO DE ROSAS DO INESQUECÍVEL CANHOTINHO (ARRANJO DE DILERMANDO REIS)




UMA DAS MAIS BELAS VALSAS BRASILEIRAS.

domingo, 10 de maio de 2015

CAMARÃO VERMELHO

Justicia brandegeeana bokeh.jpg
"Justicia brandegeeana bokeh" por Rror - Obra do próprio. Licenciado sob CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons - http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Justicia_brandegeeana_bokeh.jpg#/media/File:Justicia_brandegeeana_bokeh.jpg

http://www.minhasplantas.com.br/plantas/camarao/



Nome Científico: Justicia brandegeeana
Sinonímia: Beloperone guttata
Nome Popular: Camarão-vermelho, camarão
Família: Acanthaceae
Divisão: Angiospermae
Origem: México
Ciclo de Vida: Perene
Se você quer atrair borboletas e beija-flores, o camarão-vermelho é uma planta interessante. Suas inflorescências de brácteas vermelhas e estruradas, com flores brancas e pequeninas são formadas durante o ano todo. A folhagem é delicada e ramificada, e apresenta folhas pilosas, oval-lanceoladas e com nervuras bem marcadas. Ocorre uma variedade de brácteas amarelas.
Para ficar sempre bonito, o camarão-vermelho exige solo fértil, profundo, enriquecido com matéria orgânica e regas regulares, além de sol pleno. Não tolera geadas. No paisagismo, é adequado principalmente para a formação de bordaduras de cerca de 80 cm. Multiplica-se por divisão da ramagem enraizada e por estaquia.


Imagem: 
"Justicia brandegeeana bokeh" por Rror - Obra do próprio. Licenciado sob CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons - http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Justicia_brandegeeana_bokeh.jpg#/media/File:Justicia_brandegeeana_bokeh.jpg

segunda-feira, 4 de maio de 2015

As Belas Azaleias do Kumoroyama Park, em Shizuoka



Fonte da Imagem: itospa.com
Fonte da Imagem: itospa.com

Fonte da Imagem: itospa.com
As Belas Azaleias do Kumoroyama Park, em Shizuoka
Se você gosta de azaleias e mora na província de Shizuoka ou arredores, aproveite para conhecer o Komuroyama Tsutsuji Park. É um parque localizado na cidade de Ito, na encosta do Monte Komuro, onde 100 mil azaleias florescem na primavera, mais especificamente entre o final de abril e início de maio.

O Monte Komuro tem 321 metros de altura e é rodeado por uma floresta natural e por canteiros de flores. Possui um Observatório de onde os visitantes podem ter uma visão panorâmica de todo o parque, das ilhas Ojima e Nijima e dos montes Amagi, Hakone e Fuji.


Kumoroyama Tsusuji Park possui 35 mil metros quadrados e é conhecida por seus mais de 40 tipos de azaleias que se estendem pelo parque como um tapete pink avermelhado. Mas o parque tem outras atrações como uma praça de dinossauros, quadras de tênis e um majestoso jardim de Camélias.

Em meados de maio, o Kumoroyama Park recebe milhares de visitantes para o Tsusuji Matsuri (Festival das Azaleias). Durante o festival, ocorrem vários eventos interessantes. Vale muito a pena conferir bem de pertinho!

Fonte:http://www.japaoemfoco.com/as-belas-azaleias-do-kumoroyama-park-em-shizuoka/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+JapaoEmFoco+%28Japao+em+Foco%29